ViaEPTV.com
Jornal A Cidade - Seu jornal. Sua cidade.
  • 0

Agente penitenciário é executado a tiros em Ribeirão Preto

Outras duas pessoas foram baleadas; crime ocorreu em posto de combustíveis na zona Leste da cidade

05/09/2012 - 00:00

Da reportagem

Alterar o tamanho da letra A+ A A-


Um agente penitenciário, de 42 anos, foi morto a tiros na noite desta terça-feira (4) enquanto trabalhava como segurança em um posto de combustíveis no Jardim Interlagos, em Ribeirão Preto. Outras duas pessoas foram baleadas.

Segundo o boletim de ocorrência, dois homens armados, usando capuz e capacete, teriam invadido o local e efetuado os disparos. Testemunhas teriam visto a dupla fugir com um carro preto.

O agente estava dentro de um carro e foi atingido por seis tiros no abdômen. As outras vítimas, um supervisor, de 45 anos, e um escriturário, de 47, eram clientes do local e conversavam com ele no momento do crime.

Eles foram atingidos na perna e braço de raspão e foram socorridos para a Unimed 24h do Hospital São Paulo. Os dois tiveram alta na manhã desta quarta-feira (5).

Um veículo suspeito teria sido perseguido por policiais militares, mas os ocupantes abandonaram o carro e conseguiram fugir.

Um agente penitenciário que também trabalha como segurança no local disse à polícia que no último domingo (2) um homem foi ao posto e o reconheceu, dizendo que já esteve preso.

Esse homem teria ameaçado o agente dizendo que se soubesse de humilhações praticadas contra presos, agentes penitenciários que fazem "bico" seriam mortos. O suspeito foi detido e ouvido pela polícia, mas negou participação no crime.

A mulher do agente penitenciário morto disse à polícia que suspeita do envolvimento no crime de traficantes que atuam na escola estadual Professor Cid de Oliveira Leite, onde ela e o marido moram como zeladores.

Em depoimento, ela teria afirmado que há um mês houve apreensão de drogas na escola e diversos menores teriam sido detidos. Depois desse fato, a mulher falou que passou a receber avisos de traficantes para que o marido tomasse cuidado.

A esposa acredita que os traficantes pensam que foi o agente penitenciário quem informou à polícia sobre as drogas na escola. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.
 

Mais Notícias
    Participe
    Participe AraraquaraSiga nosso TwitterCurta nossa Fan Page

    Edição Digital

    Tenha acesso a todo o conteúdo do jornal impresso.

    Edição Online

    Classificados - Jornal a Cidade

    A partir de agora você terá mais uma opção para anunciar veículos e imóveis no Jornal A Cidade

    Classificados Imóveis- Jornal a Cidade
    Classificados Carros - Jornal a Cidade