ViaEPTV.com
Jornal A Cidade - Seu jornal. Sua cidade.
  • 0

Zezinho mantém liderança, com 56% em Sertãozinho

Na segunda pesquisa Ibope/EPTV, o atual prefeito Nério Costa (PPS) aparece com 22% das intenções de voto

20/09/2012 - 00:00

Wesley Alcântara

Alterar o tamanho da letra A+ A A-


A segunda pesquisa Ibope/EPTV para prefeito de Sertãozinho aponta que o empresário Zezinho Gimenez (PSDB) mantém uma liderança consolidada, com 56% das intenções de voto.

Apesar disso, ele e o segundo colocado, o atual chefe do Executivo, Nério Costa (PPS), com 22%, tiveram queda em comparação com o primeiro levantamento, divulgado no dia 29 de agosto.

Já o percentual de indecisos cresceu 50% e o de brancos e nulos, dobrou. A sondagem foi realizada entre 16 e 18 deste mês, nos três dias após o debate realizado pela EPTV Ribeirão, no sábado passado.

Os percentuais se referem à pesquisa estimulada, na qual os nomes são apresentados ao entrevistado. Ex-prefeito de Sertãozinho por dois mandatos e aliado de Nério no passado, Gimenez caiu três pontos, de 59% para 56%.

Na corrida à reeleição, Nério tem 22% das intenções de voto, quatro a menos em relação ao último levantamento. Líder de movimento social em Sertãozinho, o metalúrgico Luis Carlos Garcia (PSOL) não atinge 1%.
Apenas o petista Tiago Lira apresentou uma evolução nas intenções de voto. Ele saltou de 2% para 4%.

Pela espontânea

Gimenez também aparece na liderança da pesquisa espontânea (pesquisado diz o nome que vem à mente), com 52% das intenções. Ele avançou 5 pontos na comparação com a primeira (47%). Nério caiu de 21% para 19%. Já Tiago Lira saltou de 2% para 4%. Garcia manteve o índice de nenhuma intenção de voto.

Ao todo, 406 pessoas foram entrevistadas pelo Ibope. A margem de erro é de cinco pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa Ibope/EPTV foi registrada no TRE-SP sob o número 00965/2012.

Garcia lidera a rejeição com 41%; Nério e Lira empatam

O eleitor de Sertãozinho parece estar mais seletivo, segundo nova pesquisa de intenções de voto Ibope/EPTV. Se, na primeira edição, 24% diziam que poderiam votar em qualquer candidato, o percentual caiu para 6% dos entrevistados.

Por outro lado, a porcentagem dos que não sabem ou não querem responder em qual candidato não votaria de jeito nenhum subiu de 6% na pesquisa passada para 24% na atual.  Em relação à rejeição, a situação dos quatro candidatos permanece praticamente estável. Luís Carlos Garcia (PSOL) lidera o ranking: 41% dos entrevistados disseram que não votariam de jeito nenhum no sindicalista.

A rejeição do candidato é maior entre a faixa etária entre 40 e 49 anos (53%). Levando-se em conta o grau de escolaridade, ele é rejeitado por quem tem da 5ª à 8ª série do ensino fundamental (45%).

Bem entre os eleitores

No outro extremo da ponta aparece Zezinho Gimenez (PSDB), com a menor rejeição, independentemente da idade, da escolaridade ou renda familiar dos entrevistados. Apenas 10% disseram que não votariam no tucano.

A rejeição do tucano é maior entre os que têm mais de 50 anos (13%), mas menos entre quem tem da 5ª à 8ª séries (9%). Não há diferença por faixa salarial - 11% dos entrevistados com ganhos de até dois salários mínimos e 11% dos que têm vencimentos acima disso não votariam nele de jeito nenhum.

A rejeição de Nério Costa (PPS) e Tiago Lira (PT) está empatada em 20%. Ambos não teriam o voto de 17% das mulheres ouvidas; 23% dos homens disseram que não votarão em Nério e 24% descartam votar em Tiago.

Resultado é comemorado por Gimenez; Nério contesta

O tucano Zezinho Gimenez comemorou o fato de se manter na liderança das intenções de voto, de acordo com a segunda pesquisa EPTV/Ibope. Já o candidato à reeleição, Nério Costa (PPS), contesta a metodologia do instituto que fez a pesquisa e diz que o resultado não condiz com seus levantamentos.

Com o menor índice de rejeição, Zezinho atribui seu desempenho a seus governos anteriores (2000-2004 e 2004-2008) e agradece à população pela liderança. "Meu governo foi reconhecido e ficou na memória da população. Isso se deve ao bom trabalho realizado. Estou muito feliz, mais uma vez agradeço à população e vamos continuar firmes nas nossas propostas."

Zezinho considera natural o aumento de votos em branco e nulo e de indecisos. "A campanha está na reta final e vai ficando mais apimentada. É bastante informação e vão surgindo novas propostas que alguém pode achar mais interessante."

Nério, que manteve a segunda posição, limitou-se a questionar a pesquisa. "O Ibope é uma empresa que empresta o nome a terceiros, que não têm uma metodologia adequada, e inclusive, estou questionando isso na Justiça. Vamos mostrar a realidade nas urnas", diz.

Crescimento esperado

O petista Tiago Lira, único a apresentar crescimento na pesquisa de intenções de voto, diz que já aguardava o resultado. "Nós esperávamos o crescimento pelo partido, pela campanha realizada nas ruas, pela seriedade do nosso trabalho e pelo meu desempenho no debate transmitido pela EPTV", afirma. O candidato não quis se pronunciar sobre rejeição do eleitorado.

O candidato Luís Carlos Garcia (PSOL) é o último colocado na pesquisa de intenção de votos, não sendo citado nem por 1%,  e lidera a rejeição. "Fiquei surpreso com esse resultado porque não é a informação que eu tinha. Eu respeito a pesquisa, mas tenho esperança de que vamos virar o jogo", afirma.

Líder de movimento social, o candidato atribui a alta rejeição à imagem de "homem que rouba terras". "Os poderes da cidade criaram uma imagem ruim de mim", diz Garcia.

 

Mais Notícias
    Participe
    Participe AraraquaraSiga nosso TwitterCurta nossa Fan Page

    Edição Digital

    Tenha acesso a todo o conteúdo do jornal impresso.

    Edição Online

    Classificados - Jornal a Cidade

    A partir de agora você terá mais uma opção para anunciar veículos e imóveis no Jornal A Cidade

    Classificados Imóveis- Jornal a Cidade
    Classificados Carros - Jornal a Cidade