ViaEPTV.com
Jornal A Cidade - Seu jornal. Sua cidade.
  • 0

ENTREVISTA-Medo fez City travar diante do Barça, diz Iniesta

ENTREVISTA-Medo fez City travar diante do Barça, diz Iniesta

06/03/2014 - 14:07

Reuters

Alterar o tamanho da letra A+ A A-


Por Tim Hanlon

BARCELONA, 6 Mar (Reuters) - Segundo Andrés Iniesta, do Barcelona, foi o medo que fez o Manchester City se recolher na própria concha na partida de ida com o time catalão pelas oitavas de final da Liga dos Campeões no mês passado.

Os campeões espanhóis venceram o confronto em Manchester por 2 x 0, controlando o meio de campo durante longos períodos, enquanto o time milionário do City mal chegou a ameaçar.

"É um time forte, com bons jogadores, mas sabiam que estavam enfrentando o Barça e que podemos lhes causar muitos problemas", disse Iniesta à Reuters.

"Tinham que escolher o equilíbrio certo entre ataque e defesa. É uma guerra tática."

O meio-campista acredita que o City terá que se arriscar mais na partida de volta, em 12 de março, o que também pode favorecer o Barcelona.

"Ele terão que atacar mais, e vamos tentar aproveitar isso explorando os espaços que deixarem abertos", afirmou.

Sérgio Aguero, atacante do City, voltou recentemente de uma lesão para reforçar o ataque, e Iniesta sabe que ele é perigoso.

"El Kun (Aguero) joga em alto nível e é um jogador importante para eles, mas vamos tentar lhes dar tão poucas chances quanto possível de nos causar problemas."

"É uma disputa difícil para nós, e embora tenhamos um bom resultado até agora, teremos que estar preparados e fazer as coisas bem novamente para ir à próxima fase."

Atual campeã do mundo, a Espanha continuou seus preparativos para a Copa do Mundo deste ano com uma vitória de 1 x 0 sobre a Itália na quarta-feira, e Iniesta acredita que o time está no caminho certo para repetir o sucesso de 2010.

"O jogo com a Itália deixou uma sensação boa, e não vejo a hora de estar na Copa", disse.

"Vamos querer começar bem e depois ir passo a passo. Não vai ser fácil, mas temos que ter confiança."

A atual seleção espanhola já teve o gostinho de disputar um torneio no Brasil na Copa das Confederações do ano passado, na qual chegou à final e perdeu para os anfitriões.

"Acho que foi um bom desempenho nosso, já que chegamos à final", acrescentou Iniesta.

"Na final não jogamos bem, mas nosso objetivo era chegar à decisão, e enfrentamos uma seleção brasileira muito forte."

Iniesta acha que Diego Costa, do Atlético de Madri, que nasceu no Brasil mas decidiu jogar para a Espanha, dará ao time uma ameaça adicional no ataque.

"Ele tem muito a nos oferecer. É um tipo de jogador que não costumamos ter, e seu desempenho este ano (no Atlético) tem sido soberbo", disse.

Participe
Participe AraraquaraSiga nosso TwitterCurta nossa Fan Page

Edição Digital

Tenha acesso a todo o conteúdo do jornal impresso.

Edição Online

Classificados - Jornal a Cidade

A partir de agora você terá mais uma opção para anunciar veículos e imóveis no Jornal A Cidade

Classificados Imóveis- Jornal a Cidade
Classificados Carros - Jornal a Cidade