ViaEPTV.com
Jornal A Cidade - Seu jornal. Sua cidade.
  • 1

Pátio da Transerp recebe 32 veículos por dia em Ribeirão Preto

Capacidade do pátio da prefeitura é de 5,5 mil vagas, mas o local já abriga 6,3 mil carros e motos

22/03/2013 - 09:24

Jornal A Cidade - Marcelo Fontes

Alterar o tamanho da letra A+ A A-


Weber Sian / A Cidade
Transerp tem pelo menos 800 veículos a mais que a capacidade máxima do pátio (foto: Weber Sian)

O pátio da Empresa de Trânsito e Transporte Urbano (Transerp) de Ribeirão Preto recebe 32,3 veículos apreendidos por dia (970 por mês). Levando em conta apenas os leilões - excluindo os carros e motos resgatados pelos proprietários - são retirados, em média, 3,9 veículos por dia.

Com isso, há um aumento diário de aproximadamente 28 veículos. O resultado é a superlotação. A capacidade do pátio da Transerp é para 5,5 mil vagas, mas hoje abriga 6,3 mil carros e motos.

90 dias
Pela legislação de trânsito, os proprietários dos veículos apreendidos em infrações administrativas e removidos aos pátios públicos têm prazo de 90 dias para regularizar a documentação e providenciar a retirada. Após esse período, o veículo pode ir a leilão.

De acordo com a prefeitura, em 2012 foram realizados apenas quatro leilões que resultaram no arremate de 1.426 veículos - média de 356,5 por leilão.

Dos 6,3 mil veículos que estão no pátio da Transerp, pouco mais da metade são motocicletas - a maioria foi recolhida após ser usada na prática de algum crime.

Destruídas
Em outubro de 2012, o promotor Carlos Alberto Goulart pediu a destruição das motocicletas apreendidas no pátio da Transerp após a prática de crime. O representante do Ministério Público diz que os veículos voltam às ruas para servir a criminosas para roubos e tráfico de drogas.

A moto leiloada pode ser arrematada por qualquer pessoa e o valor não supera os R$ 300. Se a moto comprada em leilão for pega nas ruas, vai mais uma vez para o pátio da Transerp e, após 90 dias, já pode ser leiloada novamente.

Para dificultar a ação dos criminosos, os chassis das motos leiloadas são cortados para que elas sejam inutilizadas - normal do Detran (Departamento Nacional de Trânsito). As regras do leilão estabelecem ainda que os lotes sejam vendidos como sucata, sem direito a registro e licenciamento.
Mas mesmo assim, os bandidos conseguem reaproveitar o veículo.

Prefeitura tenta aumentar leilões desde 2009

Segundo nota enviada pela assessoria da Prefeitura de Ribeirão Preto, desde 2009 a Transerp vem pedindo à Ciretran (Circunscrição  Regional de Trânsito) e ao Detran (Departamento Nacional de Trânsito) o aumento da média anual de leilões - hoje são quatro.

Ainda de acordo com a nota da prefeitura, o próximo leilão previsto pela Ciretran de Ribeirão Preto vai ocorrer em 6 de abril.

O Detran informou que aproximadamente 2,5 mil veículos que estão no pátio da Transerp foram recolhidos por ele, por conta de infrações de trânsito.

Já o governo do estado de São Paulo estuda fazer uma parceria público-privada (PPP), para recolher e guardar os veículos em todas as cidades paulistas. 

Mais Notícias

    Participe
    Participe AraraquaraSiga nosso TwitterCurta nossa Fan Page

    Enquete

    Faltam oficinas de assistência técnica para dar conta do crescimento da venda de máquinas de café por dose. Em sua opinião:


    Edição Digital

    Tenha acesso a todo o conteúdo do jornal impresso.

    Edição Online