Cesta de Natal vai de R$ 40 a R$ 200 em Ribeirão Preto

Segundo planejador financeiro, quem pesquisar agora vai encontrar produtos de preços bem compatíveis com o bolso


/

Milena Aurea / A Cidade
Edileuza de Oliveira, de padaria da zona Sul: a procura por encomendas de cestas já começou (Foto: Milena Aurea / A Cidade)

Entre muitos itens consumidos no fim do ano, as cestas com alimentos e bebidas especiais já se tornaram uma tradição. E assim como quase todos os produtos mais vendidos nesta época, elas também sofrem reajuste neste ano por conta da inflação e alta do dólar.

Em empórios, padarias e casas especializadas em Ribeirão, as cestas estão, em média, 15% mais caras em relação ao ano passado.
Mas isso não deve apertar o orçamento para as festas, pois a variedade de preços é grande. O consumidor pode encontrar desde modelos mais simples, de R$ 40, até cestas mais sofisticadas, de R$ 200. Sem contar a opção de montar a própria cesta, com produtos escolhidos pelo próprio cliente.

Na padaria de Eduardo Colombo, já estão disponíveis diversos modelos de cestas e as encomendas já começaram. “Apesar do reajuste, os preços estão bons e variados. E esperamos um bom movimento neste ano. A procura já começou”, diz.
Ainda segundo ele, os clientes que se anteciparem podem encontrar mais variedade de cestas e itens para montá-las.

A dica do planejador financeiro Rogério Nakata é não deixar mesmo a compra para a última hora. “Isso pode tornar mais difícil a compra, pois o consumidor não tem calma nem tempo para pesquisar, encontrar bons preços e negociar.”

Além de pesquisar e negociar, o consumidor também deve definir o quanto e para quem vai comprar as cestas. “Muitas pessoas procuram para presentear mesmo e acabam se empolgando e levando mais de uma, por isso esperamos vender bem”, diz Raquel Dias, atendente de um empório.

Preferido

Entre os itens preferidos dos clientes que fazem a opção por comprar as cestas de Natal, estão as castanhas, chocolates, vinhos e queijos. E as cestas têm a predominância dos itens secos, que segundo Eduardo Colombo, foram os que ficaram mais caros com a alta do dólar deste ano. “São muitos produtos importados usados na montagem da cesta.”

Há também as cestas montadas com produtos de marcas variadas ou até mesmo de marcas próprias dos supermercados e variam de R$ 40 a R$ 80. As grandes empresas com Bauducco e Visconti também possuem cestas especiais, com itens especiais de cada marca, como panetones e chocolates.

 


0 Comentário(s)

Saiba mais